Entenda os benefícios do assessment e como aplicá-lo!

assessment
5 minutos para ler
E-book desenvolver líderesPowered by Rock Convert

Analisar características específicas e medir a performance dos seus colaboradores são indicativos importantes para a tomada de decisão de qualquer negócio. No entanto, sabemos que pode ser trabalhoso e exaustivo conseguir esses dados.

Porém, com o assessment você consegue obter essa predição, pois ele é um questionário que avalia traços do perfil comportamental quanto da performance do colaborador. Assim, com base em um relatório completo, é possível obter um diagnóstico muito mais confiável do que as ações baseadas em feeling.

Então, se você quer melhorar os resultados da sua equipe, continue a leitura para descobrir como funciona essa avaliação e quais ferramentas utilizar. Vamos lá?

Como funciona o assessment?

A avaliação consiste em um questionário com perguntas relacionadas ao comportamento do indivíduo. Depois, a ferramenta fornece um relatório com dados precisos.

Nesse sentido, é fundamental que o profissional responsável por aplicar esse recurso seja um analista de perfil comportamental certificado, uma vez que precisará interpretar os gráficos do relatório. Assim, ele conseguirá fazer uma conexão dos pontos fortes e de melhoria dentro do contexto no qual o assessment está sendo aplicado.

Mas saiba que a avaliação oferece uma análise profunda dos colaboradores e, por isso, é preciso saber qual o momento ideal para ser utilizada.

Quando aplicar ?

assessment

Na gestão de pessoas, o assessment pode ser aplicado no processo de recrutamento e seleção, gestão de desempenho e até na criação de equipes de alta performance, com base na estrutura de competências dos colaboradores.

Mas também é possível aplicar o assessment para fins mais específicos, como:

  • PDL – Programa de Desenvolvimento de Líderes;
  • planejamento de cargos e salários;
  • melhoria dos procedimentos internos;
  • entre outros.

Os resultados obtidos com o assessment estão diretamente relacionados às ferramentas utilizadas. É sobre elas que falaremos agora.

Quais as ferramentas mais utilizadas?

As ferramentas de assessment fornecem padrões de acordo com o resultado esperado para a avaliação. Por exemplo, se você busca entender qual o nível de inteligência emocional de um colaborador, precisa escolher um recurso que foi criado para fornecer um diagnóstico com esse fim.

Para isso, listamos as ferramentas mais utilizadas pela gestão de pessoas. Então, confira!

Treinamento Ser Líder OnlinePowered by Rock Convert

MBTI

O MBT é uma ferramenta utilizada para descrever as características da personalidade de um indivíduo. Criado por Isabel Briggs Myers e Katharine Briggs, ele se baseia nos estudos de C. G. Jung, fundador da psicologia analítica.

O conceito-chave do MBTI é o “tipo psicológico”, que diz respeito à descrição de processos psicológicos básicos que orientam nossas escolhas e preferências. São quatro dimensões essenciais dos tipos psicológicos:

  • Extroversão (E) / Introversão (I)
  • Sensação (S) / Intuição (N)
  • Pensamento (T) / Sentimento (F)
  • Julgamento (J) / Percepção (P).

Esses quatro pares dicotômicos representam o modo como usamos nossa energia, coletamos informações e chegamos a conclusões.

Ao utilizá-lo na gestão de pessoas, ele ajuda no autoconhecimento do colaborador e fornece informações que colaboram no desenvolvimento pessoal e profissional, uma vez que destaca tanto os pontos fortes quanto os de melhoria.

DISC

O DISC foi criado para identificar tendências com base em um padrão com 4 comportamentos, que são:

  • D: dominância;
  • I: influência;
  • S: estabilidade;
  • C: conformidade.

O resultado aponta qual é o padrão predominante na personalidade do colaborador, fornecendo dados que demonstram como ele age em determinadas situações e como responde ao meio que está inserido.

Quando o gestor entende essas características, consegue criar programas mais eficazes para desenvolver a performance e corresponder aos fatores motivacionais do profissional.

Avaliação de inteligência emocional

A avaliação de inteligência emocional faz uma análise aprofundada das emoções do colaborador. Isso permite compreender como ele reage em situações de conflitos e quais os níveis de energia para casos específicos.

Com esses dados, o colaborador aumenta o nível de autoconhecimento para desenvolver as habilidades necessárias que melhoram seu desempenho.

O assessment é um método valioso para a gestão de pessoas, e pode ser utilizado em diversos casos, por exemplo:

  • Planejamento de carreira
  • Processo de sucessão
  • Retenção de talentos
  • Apoio para ações de desenvolvimento organizacional
  • Seleção de novos colaboradores

Assim, a empresa investe na retenção de talentos e adota práticas de crescimento e valorização profissional, reduzindo custos com novas contratações. Além disso, também direciona os colaboradores em posições compatíveis com suas características.

Dessa maneira, ele permite que as metas empresariais sejam alcançadas com efetividade. Ou seja, o assessment resulta em ganhos eficazes para potencializar os lucros da organização.

Se você gostou deste artigo e quer continuar aprendendo a desenvolver habilidades na sua equipe, siga-nos no LinkedIn, Facebook e YouTube!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
WhatsApp Fale conosco!