4 dicas para aplicar o People Analytics que você não pode perder

4 minutos para ler
E-book desenvolver líderesPowered by Rock Convert

Você sabe o que é People Analytics? Embora o termo ainda não seja tão familiar entre os gestores de recursos humanos, essa ferramenta não é tão nova quanto parece. Ela foi utilizada em 2002, por Billy Beane, gerente do Oakland Athletics. O time passava por uma fase difícil e ele decidiu começar a contratar e demitir jogadores baseando-se em dados estatísticos — corridas pontuadas por jogo e acertos de rebatidas principalmente — coletados e analisados por um economista.

Em meio a controvérsias e contrariando expectativas, ele conseguiu uma boa sequência de vitórias, provando que o sistema é viável. Sua história é contada no filme Moneyball: o homem que mudou o jogo, estrelado por Brad Pitt.

People Analytics é um sistema de gestão de pessoas baseado em dados. Ele monitora e analisa os comportamentos humanos com base em informações coletadas em entrevistas, preenchimento de cadastros e avaliações de desempenho entre outros. A ferramenta tem obtido sucesso em deixar os processos de RH mais eficientes.

Foi assim nomeado quando implementado no RH do Google, que em 2005 o utilizou, principalmente, para determinar a quantidade ideal de entrevistas dos seus processos seletivos deixando-os mais enxutos e eficientes e, desde então, muitas empresas o têm utilizado com sucesso na gestão de pessoas. A empresa Nilsen, especialista em comportamento do consumidor, conseguiu reduzir pela metade sua taxa de turnover com a utilização do sistema.

A seguir, vamos mostrar algumas dicas para aplicar o People Analytics com sucesso na sua empresa. Acompanhe!

1. Faça um planejamento de implantação do People Analytics

People Analytics

Antes de implementar o novo sistema de gestão, é importante planejar cada etapa do processo, incluindo a comunicação clara da mudança para todos os envolvidos, a escolha do sistema que será utilizado, os treinamentos de capacitação que serão necessários para os profissionais que cuidarão de administrá-lo e, principalmente, quais os objetivos do uso da ferramenta.

Treinamento Ser Líder OnlinePowered by Rock Convert

Para colher os bons frutos do People Analytics é necessário que toda a organização esteja receptiva e preparada para utilizá-lo. Afinal, para que uma gestão baseada em dados funcione, é preciso que os resultados apontados pelo sistema tenham credibilidade e sejam bem utilizados pelos gestores.

2. Mapeie os dados da sua organização

O People Analytics é baseado no Big Data. Por meio dele podemos coletar e analisar dados dos colaboradores atuais e futuros. É importante atentar para a segurança dos dados coletados e também para o respeito à privacidade dos envolvido, Portanto, contar com autorização prévia dos envolvidos e com ferramentas de segurança eficazes é fundamental.

Seus controles atuais podem fornecer dados como: rotatividade por idade ou setor da empresa, desempenho por tarefas distintas, entre outros que serão relevantes para criar equipes efetivas e eficientes. Também é possível obter dados de fontes externas, como as redes sociais, para auxiliar nos processos seletivos, por exemplo.

3. Invista em tecnologia

People Analytics tem tudo a ver com tecnologia. Portanto, não deixe de utilizá-la a seu favor nesse processo. Pesquise e teste diversos softwares para escolher aquele que melhor atenda suas expectativas e ajude a alcançar suas metas com o uso da metodologia.

4. Avalie os Resultados e Monitore

O sistema armazena e analisa dados, apontando as possíveis soluções para a melhoria da equipe e dos processos. Entretanto, a eficácia da utilização do People Analytics depende de profissionais capacitados para aproveitar os benefícios da ferramenta, avaliando dados e monitorando os resultados das ações implementadas com base no sistema.

Quando os resultados são analisados com eficácia, eles representam importantes indicadores para as futuras necessidades de mudança nos processos. O monitoramento adequado e constante permite ao gestor ter sempre uma visão clara dos efeitos das ações implementadas e, assim, obter cada vez mais benefícios com o People Analytics.

Com todas as informações que o sistema de People Analytics é capaz de fornecer, os processos de RH serão realizados com mais assertividade, resultando em aumento na retenção de talentos, redução da rotatividade, treinamentos mais eficientes e processos seletivos mais ágeis e eficazes, entre outros.

Gostou das dicas para aplicar o People Analytics na sua empresa e turbinar seus processos de RH? Siga-nos nas redes sociais e não perca novos conteúdos. Estamos no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn. Temos sempre novidades interessantes para você!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
WhatsApp Fale conosco!