Sabe como reagir a emoções negativas no ambiente de trabalho? Veja!

4 minutos para ler
Ser LíderPowered by Rock Convert

É quase impossível evitar situações desagradáveis, especialmente na empresa. Pode ser uma nova demanda quando você já está atolado em tarefas, aquele problemão com um cliente em plena segunda-feira ou simplesmente a demissão de algum colega que você gosta. Por isso, é preciso saber como reagir a emoções negativas no ambiente de trabalho.

É primordial lidar com os sentimentos desencadeados por essas situações, principalmente para evitar dificuldades maiores a longo prazo. Para isso, é preciso identificar qual é a emoção, como você reage a ela, que sentimentos surgem (raiva, nervosismo, frustração), para só então substituí-los por uma estratégia mais produtiva e controlada.

Fique conosco e descubra como você pode melhorar as suas reações a emoções negativas no ambiente de trabalho. Aproveite!

Busque dialogar e esclareça os fatos

Você se lembra quando, ainda criança, tinha algum desconforto e sua mãe ou responsável pedia que explicasse o que estava sentindo? Se doía, onde doía e como era a sensação? Com as emoções não é muito diferente. Sempre há uma causa, uma razão e um efeito para isso. Portanto, é importante dialogar, esclarecer os fatos, explicar como você se sente.

Para isso, é preciso assumir sua emoção, indicando o que está deixando você desconfortável. Comece por “eu me sinto…” e prossiga apontando o comportamento que o afetou. Mas atenção: não julgue a pessoa ou a chame de algo apenas porque o que ela disse ou fez lhe feriu. Lembre-se que os comportamentos podem mudar ao longo do tempo e que você realmente deseja que ela não cometa mais o mesmo erro.

Em seguida, você pode deixar claro como isso o afeta negativamente e como você gostaria que ela se comportasse da próxima vez. Para que a sua abordagem não seja agressiva, é interessante pedir sugestões e construir, juntos, uma forma de solucionar a situação.

Evite prolongar o assunto

emoções negativas no trabalho

Quando você está se sentindo bravo ou irritado, pode acabar descontando em pessoas que não têm nada a ver com a situação que originou essas emoções. Por isso, não corra o risco de comprometer seu relacionamento com outros colegas. Resolva a situação com quem a gerou.

Depois disso, evite prolongar o assunto ou mesmo comentar com alguém o que houve. Se está resolvido, supere o ocorrido. Dê uma nova chance a si mesmo e à pessoa que o afetou, cumprindo o acordo. O restante da equipe não precisa se envolver ou sequer saber sobre o que aconteceu.

Esteja aberto a ouvir e a mudar

Ao expor suas emoções e sentimentos sobre o que está incomodando, esteja aberto para ouvir a versão da outra pessoa. Ela pode ter agido de forma não intencional e até não ter se dado conta do dano causado. Na maior parte das vezes, as frustrações ocorridas são pelas nossas próprias expectativas não correspondidas. Quem está do “lado de fora”, nesse caso, não tem como adivinhar o que esperamos se não comunicarmos.

Do mesmo modo, seu colega também pode ter emoções para comunicar a você. Para uma troca saudável, é relevante ouvir e considerar. É essencial adotar as mudanças propostas para construir um relacionamento saudável a longo prazo.

Seus colegas de trabalho convivem mais com você do que a maior parte dos seus familiares. Por isso, não dá para arriscar relações ruins e um clima desagradável em um ambiente para o qual você terá que voltar todos os dias, certo? Além disso, tanto os relacionamentos quanto as emoções negativas no ambiente de trabalho podem afetar o seu desempenho e a sua produtividade, atrapalhando o crescimento na sua carreira.

Seguindo as dicas deste post, você pode contribuir com um ambiente organizacional mais positivo e agradável para todos. Se você quer continuar aprendendo, não deixe de entender como reduzir o turnover e qual é o seu impacto para a empresa!

E-book desenvolver líderesPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
WhatsApp Fale conosco!