5 fatores que causam a rotatividade nas empresas e como evitá-los

5 minutos para ler

O turnover nas empresas é o índice que demonstra a média de admissões e demissões mensais dividida pelo total de funcionários da empresa, ou seja, quantas entradas e saídas de funcionários acumulou em determinado período em relação ao seu quadro de pessoal. Essa troca de pessoal não é de todo ruim, afinal, pode ajudar a oxigenar a empresa, renovando as equipes e trazendo novas visões para o negócio, mas precisa ser mantida sob controle.

Se você quer saber como calcular o turnover, é preciso aplicar a uma fórmula que soma as admissões com os desligamentos, divide o resultado por dois e, por fim, divide o resultado pelo número total de colaboradores da companhia, em um modelo assim:

turnover geral = ([admissões mensais + desligamentos mensais] ÷ 2) ÷ total de funcionários

Esse é um fator importante da gestão, pois pode sinalizar alguns problemas, como deficiência na retenção e engajamento de talentos. Quando muito alto, o turnover traz prejuízos como aumento de despesas com demissões, processos seletivos, novas contratações, custos de treinamento, queda de produtividade e impacto na employer branding.

Para evitar esses problemas, confira quais são os principais fatores responsáveis pelo alto turnover e como evitá-los. Boa leitura!

1. Ambiente de trabalho hostil

Segurança e acolhimento são aspectos essenciais para que uma pessoa se sinta à vontade para produzir no ambiente de trabalho. Do contrário, ela fica tensa, acuada e passa a ter dificuldade para atuar na sua melhor versão, afetando diretamente a sua produtividade. Com isso, vem a desmotivação e a insatisfação com o trabalho, seguidas do desligamento voluntário.

Para tornar o ambiente mais amigável, é essencial estimular o trabalho em equipe e a colaboração entre os funcionários. Outro fator que pode ser evitado é a competição prejudicial, em que os profissionais se sentem ameaçados caso não se saiam bem em alguma situação. As cobranças, nesse caso, podem ser substituídas por feedbacks construtivos e oportunidades de melhoria.

2. Má remuneração

Receber um salário abaixo das expectativas é um fator de potencial desmotivação. Um funcionário passa a maior parte da semana a serviço da empresa e quer ser bem remunerado por isso. Além de pagar as contas, ele deseja estabelecer um estilo de vida confortável. Dificuldades financeiras podem afetar a produtividade, a satisfação com o emprego e, é claro, aumentar o turnover nas empresas.

treinamento ser líder - treinamento de liderançaPowered by Rock Convert

Para contornar a situação, além de reajustar o salário, a empresa pode apostar em benefícios valiosos para o time, como um bom plano de saúde, vale-cultura, bolsas de estudos, educação financeira, convênios com estabelecimentos, horários flexíveis e assim por diante.

3. Liderança ruim

Uma liderança ruim pode afastar talentos importantes da sua empresa. Líderes omissos ou excessivamente autoritários podem ser fortes fatores de desmotivação. Além disso, mesmo que o líder domine sua área de atuação, se ele não souber gerenciar pessoas, será um verdadeiro tiro no pé. A boa relação entre esse profissional e os demais colaboradores é essencial.

Por isso, vale investir em um bom programa de desenvolvimento de liderança, para que sejam aprimoradas competências e habilidades como relações interpessoais saudáveis, comunicação assertiva e inteligência emocional.

4. Falta de plano de carreira

rotatividade nas empresas

Mais do que oferecer ótimos salários iniciais, as pessoas buscam empresas nas quais possam crescer, se desenvolver e ascender na carreira. Automaticamente, quando você não oferece isso, limita os planos do funcionário, fazendo com que ele procure essas oportunidades em outras organizações.

Além das medidas mencionadas até aqui, para diminuir o turnover da empresa é necessário pensar em um plano de carreira de forma estratégica, que motive os profissionais a melhorarem ao longo do tempo e a galgarem suas posições, beneficiando o negócio ao mesmo tempo.

5. Rotina

Profissionais dinâmicos, interessados e proativos buscam desafios e crescimento. Uma rotina de trabalho monótona e repetitiva pode ser bastante frustrante. Sem variedade de trabalho, não há perspectiva de aprendizado nem de crescimento. Por isso, não é nenhuma novidade que um funcionário nessa posição não esquentará cadeira na empresa.

As novas oportunidades são essenciais para estimular as pessoas. Seja um novo projeto, sejam metas desafiadores, sempre há uma maneira de diversificar o trabalho. Aposte nisso. Como você viu, é preciso investir esforços para manter o ambiente de trabalho um local atrativo, em que haja perspectiva de crescimento e ascensão na carreira. Além disso, proporcionar mais oportunidades é também um meio de reconhecer e valorizar as pessoas que fazem parte do negócio.

Se você quer se manter longe do turnover nas empresas, não deixe de ler nosso post sobre como reduzir turnover e qual é o seu impacto para a empresa!

E-book desenvolver líderesPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

-
WhatsApp Fale conosco!